O Homem Moderno: A luta contra o vazio

By Guilherme Saldanha Santana

de ENRIQUE ROJAS
Editora Mandarim

O Homem Moderno, de Enrique Rojas, reflete sobre a sociedade atual (ainda que o livro tenha sido publicado em 1992) drogas, televisão, egoísmo, liberdade, permissividade, cansaço, amor, sexo e muitos outros temas que apresentam um homem descomprometido com o Mundo, com valores, com a moral, um homem capaz de produzir uma realidade, argumentos, opções, conforme seus interesses, um homem extremamente manipulado pela mídia, pelo capital, pelo materialismo.
O autor demonstra como o homem chegou a tal ponto, e discute possibilidades de transformar esse mesmo homem de uma forma imediata, para que as consequências para essa sociedade Ocidental possam ser menos danosas. A Teoria do Homem Light, o zapping, a liberdade sexual, os problemas conjugais são problemas aparentes em uma sociedade banalizada pelo materialismo exacerbado disposto em nosso cotidiano.

Opinião do Leitor:
Muito Bom. A melhor tradução para o título seria: “O Homem Light”, como título em Espanhol, mas isso não danifica a obra. O livro é um complexo de reflexões sobre o cotidiano, desperta uma aflição com o aparente rumo que a sociedade ocidental está tomando, substituição de valores, conforme os interesses individuais de cada ser humano, assusta os leitores mais otimistas, mas principalmente estimula a lutar por uma mudança imediata.
Os homens, são cínicos, egoístas, interesseiros, mas no Mundo atual, os problemas são piores do que as simples características dos homens, porque agora é muito mais óbvio justificar atitudes conforme o necessário para atingir objetivos ("os fins justificam os meios"). Ser melhor, não pode estar direcionado a conquistar novos bens materiais, ser melhor é fazer o melhor, amar, cuidar, respeitar.

Reações: 

0 comentários:

Postar um comentário